Pro Vida

O que é?

O exame oftalmológico de Tomografia de Coerência Óptica tem como objetivo diagnosticar doenças da retina, tais como: suspeita de glaucoma, atrofia óptica, descolamento de retina, alterações causadas pelo diabetes, toxoplasmose e escavação. O exame pode ser executado por técnicos de enfermagem. 

EXECUTANTE

  • Técnica em enfermagem.

 

LOCAL

  • Prédio Diagnóstico acesso 4, 4° andar. Sala de OCT.

 

CONDIÇÕES E MATERIAL NECESSÁRIO

  • Sala climatizada, tomógrafo, computador, impressora, colírios(Anesltalcon,Fenilefrina e Mydriacyl), mesa, cadeira, papel couche  e lenço de papel.

 

PROCEDIMENTO DETALHADO

  • Ligar o aparelho, o computador e o condicionador de ar (se necessário);
  • Chamar o cliente pelo nome e sobrenome na sala de espera;
  • Conduzir o cliente até a sala de dilatação de pupila, orientar sobre a dilatação e que os colírios podem causar ardência;
  • Confirmar verbalmente com o cliente data de nascimento, lateralidade do exame e o exame prescrito na requisição;
  • Verificar pressão arterial antes de dilatar a pupila sendo que a mesma deverá ser menor que 160x90mmhg, caso contrário, comunicar médico executante e o mesmo determinará a conduta;
  • Lavar as mãos antes e depois de pingar colírios;
  • Demarcar a lateralidade do exame com fita micropore, se necessário;
  • Administrar o colírio Fenilefrina 1 gota em cada olho 1 vez e o colírio Mydriacyl 1 gota em cada olho 3 vezes com intervalo de cinco minutos entre elas. Observar a pupila, se não estiver bem dilatada perguntar ao médico executante a possibilidade de administrar mais uma vez;
  • A pupila estando bem dilatada, conduzir e posicionar o cliente para a realização do exame;
  • Aguardar a realização do exame pelo médico executante ou técnico em oftalmologia;
  • Liberar o cliente e orientar que a visão ficará ofuscada por algumas horas, reforçar a sobre a entrega do resultado;
  • Aguardar a impressão das fotos e entregar ao médico para a digitação do laudo;
  • Desligar os aparelhos;
  • Higienizar aparelho com álcool 70% e lenço de papel;
  • Guardar os materiais utilizados;
  • Fechar a sala.

 

AÇÕES CORRETIVAS

  • Dilatação insuficiente: Comunicar o médico executante que a pupila não está dilatado e este determina a conduta;
  • Administrar o colírio no olho errado: Explicar ao cliente o erro e administrar no olho correto;
  • Cliente sem acompanhante: Orientar a ficar sentado até que a visão melhore, ligar para um acompanhante vir ou dar a opção de voltar de táxi;
  • Sentar na posição inadequada: O médico para o exame e tenta melhorar a posição do cliente;
  • Contaminação do colírio: Descartar colírio e pegar outro frasco;
  • Cliente com lentes de contato: Parar o exame e pedir para o mesmo retirar;
  • Orientação pós exame: Explicar para o paciente e acompanhante sobre o pós exame, ficar à disposição se houver dúvida;
  • Pressão arterial alterada: Encaminhar o cliente para a sala de dilatação e monitorar sua pressão arterial até que a mesma normalize. Se não ocorrer, informar ao médico;
  • Gestante/Lactante: Comunicar o médico.

 

OBSERVAÇÕES

  • Realizado exames em crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos;
  • Se pressão arterial maior que 160x100mmhg, comunicar ao médico para conduta.
  • Nos casos em que o cliente relatar estar com suspeita ou diagnóstico de conjuntivite, o mesmo deverá ter seu exame remarcado.

Agende uma
consulta
via telefone

Horário de funcionamento
8h às 23h

(48) 3631-1515
instagram

Siga-nos no instagram

complexoprovida
x
Horário de Atendimento: 8h às 23h Agendamento de Consultas e Exames: (48) 3631-1515 (48) 3631-1500 Revista PróVida
Resultados de Exames